Sonho

20/05/2010 at 6:26 PM Deixe um comentário

Abro os olhos e vejo

Depois de ter dormido na calçada

Após andar a noite toda

Contemplando o luar.

Você põe a mão em meu rosto

Abre um lindo sorriso

Para escutar: – Estou tonto.

Tonto de amor.

Descubro hoje!

E fico feliz.

O mito do mundo

São os seres reais.

Você tira a mão do meu rosto

Pára o sorriso

E sai andando… Sumindo no tempo

Eu volto a dormir.

Morais, de própio punho.

Anúncios

Entry filed under: Morais.

Poeta Sentir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Páginas viradas


%d blogueiros gostam disto: